O que aconteceu com os jogadores que deixaram o Liverpool após as finais da UCL

A final da Liga dos Campeões é sem dúvida o maior jogo do futebol de clubes e, para alguns jogadores, é a última vez que eles representam seu time antes de partir para um novo desafio em outro lugar.

Como foi o caso de Sadio Mane neste verão. O jogador de 30 anos estava prestes a entrar no último ano de seu contrato com o Liverpool e a derrota por 1 x 0 para o Real Madrid em Paris no mês passado foi a última vez que os torcedores viram o senegalês jogar pelos Reds.

Com os olhos do mundo assistindo, os técnicos sempre optarão por seu XI mais forte neste jogo e Mane foi uma peça vital no sistema de Jurgen Klopp. Sua saída para o Bayern de Munique deixa muito espaço para as recentes contratações de Luis Diaz e Darwin Nunez, mas esta não é a primeira vez que os jogadores do Liverpool seguem em frente após a grande final.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO: Pep Lijnders já deu a entender o ‘próximo Kaide Gordon’ do Liverpool quando o novo treinador começa

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO: Posição de transferência do Liverpool sobre Otavio como reivindicação do agente feita

Milão Baros passou três anos no Merseyside entre 2002 e 2005. O atacante começou na frente dos Reds na histórica vitória contra o Milan em Istambul e certamente saiu em alta.

Mais tarde naquele verão, o Aston Villa adquiriu o ex-jogador da República Tcheca por cerca de £ 6,5 milhões. Então, com 23 anos, Baros estava lutando pelo futebol de primeira equipe sob o comando de Rafa Benitez e tinha interesse de toda a Europa, com Lyon e Schalke ambos interessados.

Ele acabou se juntando ao Lyon menos de dois anos depois, mas ainda lutou pela forma e foi enviado de volta à Inglaterra por empréstimo no Portsmouth. Ele se mudou para o gigante turco Galatasaray em um contrato permanente no verão de 2008, onde passou cinco anos. Ele então passou os últimos estágios de sua carreira em vários clubes na Turquia e em sua terra natal, a República Tcheca.

Companheiro internacional tcheco Vladimir Smicer também encerrou sua carreira no Liverpool após o heroísmo do clube na Liga dos Campeões em 2005. Ele saiu do banco para substituir Harry Kewell aos 23 minutos e marcou o segundo gol dos Reds da noite no famoso retorno.

Ele inicialmente se juntou ao Liverpool vindo do time francês Lens no verão de 1999 e depois de seis anos com o clube, ele retornou à França após o término de seu contrato. Ele assinou um contrato de dois anos com o Bordeaux e fechou seu contrato lá antes de retornar à República Tcheca com o Slavia Praga em 2007. Ele então se aposentou em novembro de 2009.

Bolo Zenden assinou pelo Liverpool do Middlesbrough em uma transferência gratuita após a final em 2005 e o ala fez 47 jogos pelo clube antes de partir para o Marselha em 2007.

Ele começou a final da Liga dos Campeões naquele ano, quando os Reds enfrentaram o AC Milan mais uma vez, desta vez em Atenas. Não era para ser para o time de Benitez e Carlo Ancelotti se vingou com a vitória do Milan por 2 a 1 na noite.

Zenden passou dois anos na França antes de sair em 2009. Ele teve um breve retorno à Inglaterra com o Sunderland entre 2009 e 2011, mas depois se aposentou do futebol profissional em novembro de 2012.

Emre Can é outra estrela que deixou o Liverpool em uma transferência gratuita após o término de seu contrato. O médio foi peça chave na caminhada do clube até à final da Liga dos Campeões em 2017/18, mas Klopp optou por um meio-campo três de James Milner, Jordan Henderson e Georginio Wijnaldum para defrontar o Real Madrid.

Can fez uma breve aparição como substituto no final do jogo, mas a final foi praticamente perdida, já que os gigantes da La Liga marcaram seu terceiro da noite logo após a mudança. O internacional alemão ingressou na Juventus em uma transferência gratuita pouco depois, mas a mudança não saiu como planejado.

Ele lutou pelo tempo de jogo regular na Serie A e acabou se juntando ao Dortmund por empréstimo no meio da temporada 2019/20. A mudança tornou-se permanente no final da campanha e até agora ele fez 83 jogos pelo clube da Bundesliga.

Goleiro Loris Karius pode ter permanecido nos livros do Liverpool após a decepção em Kyiv, mas a derrota por 3 a 1 para o Real Madrid foi a última vez que ele jogou pelo clube.

Os Reds assinaram seu novo número um naquele verão, quando Alisson Becker chegou da Roma, enquanto Karius se juntou ao Besiktas por empréstimo na temporada seguinte. Depois de dois anos na Turquia, ele foi emprestado mais uma vez em 2020, desta vez com o Union Berlin.

O goleiro agora é um agente livre neste verão após o término de seu contrato com o Liverpool e está em busca de um novo clube.

Para Mané, ele ganhou tudo o que podia em Anfield, incluindo a Liga dos Campeões em 2019. Ele jogou em três finais da competição durante seus seis anos em Merseyside, mas se junta a um clube com muita história na Europa.

O Bayern venceu a competição pela última vez em 2020 com uma vitória por 1 a 0 sobre o Paris Saint-Germain, mas só chegou às quartas de final nas duas campanhas anteriores. Mane espera mudar sua sorte quando a nova temporada começar no próximo mês.

LEIA A SEGUIR:

We wish to thank the writer of this short article for this amazing content

O que aconteceu com os jogadores que deixaram o Liverpool após as finais da UCL


Find here our social media profiles , as well as other related pageshttps://topfut.com/related-pages/