Madri em queda avança para vencer o Valencia nas semifinais da Supercopa

O Real Madrid venceu o Valencia nos pênaltis na semifinal da Supercopa da Espanha na quarta-feira, depois que o jogo terminou em 1 x 1 após a prorrogação.

– Transmissão no ESPN+: LaLiga, Bundesliga, mais (EUA)

O Real Madrid abriu o placar aos 39 minutos em Riad, Karim Benzema marcando um pênalti após ser derrubado pelo zagueiro do Valencia Eray Comert. O Valencia empatou nos primeiros segundos do segundo tempo, Samuel Lino acabamento Toni Lato‘s cruz no poste mais distante.

No tiroteio, Comert e José Gaya ambos erraram de pênalti, levando o Real Madrid à final de domingo, onde enfrentará o Barcelona ou o Real Betis.

PULE PARA: Melhor/pior desempenho | Destaques e momentos marcantes | Cotações pós-jogo | Principais estatísticas | Próximos jogos


reação rápida

1. Madri fora de forma se empenha para vencer nos pênaltis

O Real Madrid entrou neste torneio sob pressão depois que a derrota de sábado por 2 x 1 para o Campeonato Espanhol contra o Villarreal o deixou três pontos atrás do líder Barcelona na disputa pelo título. O humor não foi ajudado por lesões na panturrilha David Alaba e Aurelien Tchouameni, qualquer. A viagem para a Arábia Saudita – começando com esta semifinal – foi uma oportunidade para colocar a temporada de volta nos trilhos, contra um talentoso, mas limitado, azarão do Valencia.

Foi uma noite exaustiva e muitas vezes frustrante. O primeiro tempo foi encorajador em alguns momentos – o Real Madrid merecia a vantagem quando Benzema colocou o time na frente na cobrança de um pênalti -, mas também nunca pareceu totalmente confortável. O Valência começou de forma soberba após o intervalo, pegando o sonolento Real Madrid com o gol de empate de Lino, e acabou causando problemas aos detentores da Supercopa no segundo tempo e na prorrogação.

O ritmo do Real Madrid também foi interrompido por uma série de substituições forçadas, com Eduardo Camavinga, Lucas Vázquez e Eder Militão todos saindo com problemas de lesão. Tudo resultou em um jogo difícil, decidido no final por uma disputa de pênaltis, onde a experiência do Real Madrid neste tipo de jogo de alta pressão deu ao time a vantagem.

2. A inconsistente defesa do Real Madrid causa preocupação

A dupla vitória do Real Madrid na última temporada deveu-se a uma defesa confiável baseada em um bloco baixo compacto, tanto quanto à devastadora ameaça de ataque representada por Benzema, Vinícius Júnior e Rodrigo. Este ano, apesar da adição de um zagueiro de classe mundial em Antonio Rudigereles parecem ter perdido parte dessa consistência e – mais preocupante – fome nas costas.

A defesa titular aqui foi Vazquez na lateral direita – com Dani Carvajal apenas o suficiente para começar no banco – uma dupla de zagueiro de Militão e Rudiger, e o confiável, embora um pouco pedestre, nacho na lateral-esquerda. Essas lesões no segundo tempo viram Vazquez e Militão substituídos por Carvajal e Ferland Mendyoutro jogador que tem estado muito fora de forma.

Avançado veterano do Valência Edinson Cavani causou problemas por toda parte. Ele deveria ter feito melhor com uma cabeçada no primeiro tempo que foi bem defendida por Thibaut Courtois. O empate do Valencia foi um estudo de caso em uma defesa ruim, Nacho dando a Lato muito espaço para cruzar e Vazquez batido por Lino no poste mais distante. Courtois foi obrigado a fazer mais milagres na prorrogação.

Não é apenas sobre os defensores, é claro. Você se pergunta se a equipe está perdendo o escudo protetor que Casemiro fornecido antes de sua mudança para o Manchester United. Aqui, Toni Kroos fez o seu melhor como meio-campista, mas nunca foi sua posição preferida.

3. Flashes de brilhantismo de Benzema mostram que ele está encontrando sua forma

Tem sido uma temporada de paradas e contusões para Benzema, mas houve momentos suficientes aqui para sugerir que o vencedor da Bola de Ouro não está longe do nível que o Real Madrid precisa que ele esteja se o time quiser lutar por troféus nesta temporada. ano. Uma habilidade em particular se destacou: uma combinação de passo e noz-moscada no primeiro tempo que permitiu a Benzema passar por Comert dentro da área sem perder o ritmo.

Foi a corrida de Benzema por trás, avistada por Militão, que o viu derrubado desajeitadamente por Comert para colocar o Real Madrid na frente com um pênalti convertido com frieza. Houve uma bela dobradinha com Rodrygo no segundo tempo, executada com a economia fluida de movimento que faz de Benzema um dos jogadores mais agradáveis ​​de assistir, e vários outros movimentos e truques depois disso antes de fazer sua parte na disputa de pênaltis.

O registo goleador de Benzema nesta competição é excelente. Ele tem seis gols na Supercopa da Espanha, total superado apenas por Raul Gonzalez (com sete) e Lionel Messi (com 14). Agora ele tem a chance de empatar ou até ultrapassar Raul na final de domingo.


Melhores e piores desempenhos

MELHOR: Karim Benzema, Real Madrid. Parecia um corte acima de todos os outros jogadores em campo, reunindo um carretel de destaques pessoais de toques inteligentes.

MELHOR: Samuel Lino, Valência. Consistentemente o jogador mais divertido de assistir do Valência nesta temporada. Marcou e parecia animado até que ele disparou.

MELHOR: Giorgi MamardashviliValência. Courtois era um candidato – e fez uma defesa crucial na disputa de pênaltis – mas o goleiro do Valência superou no jogo em si com uma série de grandes defesas.

PIOR: Eray Comert, Valência. Deu pênalti em lance imprudente e errou na disputa de pênaltis, acertando o chute por cima do travessão.

PIOR: Lucas Vázquez, Real Madrid. Tive uma noite muito difícil antes de sair lesionado.

PIOR: Justin KluivertValência. Outro desempenho decepcionante de um jogador que não impressionou durante toda a temporada.


Destaques e momentos marcantes

Com toda a probabilidade, o Valência não espera que Madrid e Benzema visitem o Mestalla em 21 de maio.


Depois da partida: O que os jogadores/treinadores disseram

Marco Asensio: “Foi um jogo difícil, sem muito ritmo para nenhuma das equipas. Foi difícil para nós, mas o importante é que estamos na final e em busca de mais um troféu.”

Courtois sobre se ele está preocupado com a forma do Real Madrid: “Preocupado? Não. Talvez tenhamos que marcar mais gols, e não sofrer como fizemos no outro dia no Villarreal ou hoje no início do segundo tempo, temos que começar melhor. Temos que olhar com calma amanhã com o treinador pessoal onde podemos melhorar, nossa pressão, veremos no domingo que tática usaremos. Mas nada nos preocupa.”


Principais estatísticas (fornecidas pela pesquisa ESPN Stats & Information)

– Benzema agora tem uma sequência de oito gols contra o Valencia, a mais longa contra qualquer adversário.

– Benzema tem seis gols na Supercopa na carreira. Apenas Messi (14) e Raul (7) têm mais.

– Benzema é o segundo jogador a marcar em cinco jogos consecutivos da Supercopa e o primeiro desde que Messi o fez entre 2010 e 2012.


A seguir

Real Madrid: Com a vitória nos pênaltis, o Real Madrid avança para a final da Supercopa da Espanha contra o Barcelona ou o Real Betis no domingo (13h30 ET, transmissão ao vivo no ESPN+).

Valência: O Valência viaja até às Astúrias na próxima quarta-feira para um jogo dos oitavos-de-final da Taça do Rei, frente ao Sporting Gijon.



We would like to thank the writer of this post for this awesome material

Madri em queda avança para vencer o Valencia nas semifinais da Supercopa


Discover our social media accounts as well as other pages that are related to them.https://topfut.com/related-pages/