Opções em abundância: o regulamento 36 de Xavi e trios de ataque inusitados no Barcelona

Quando Xavi chegou na temporada passada, seu melhor atacante no elenco era Memphis Depay, que também lutava com a forma e com uma lesão. Ansu Fati ainda não estava em forma, Martin Braithwaite e Ousmane Dembele afastaram Luuk de Jong por desfavor e Philippe Coutinho por fora.

Os atacantes da equipe juvenil Ez Abde, Ilias Akhomach e Ferran Jutgla tornaram-se muito importantes para o técnico espanhol, pois lutavam com consistência.

O Barcelona venceu o RCD Mallorca por 1 a 0, mas o destaque foi o tridente ofensivo de Jutgla, Luuk e Ilias. Estanis Pedrola saiu do banco nos últimos dez minutos, mas não foi visto desde então.

É justo dizer que o clube deu um grande salto desde então. Xavi teve os serviços de Pierre-Emerick Aubameyang e Ferran Torres à sua disposição em janeiro, enquanto Dembélé voltou a se formar.

Torres – Auba – Dembouz se revoltaram no Bernabéu. (Foto de JAVIER SORIANO/AFP via Getty Images)

E em notícias ainda melhores, o Blaugrana adquiriram Robert Lewandowski e Raphinha neste verão, enquanto Ansu Fati está muito perto de estar em plena forma. Com seis atacantes tão excepcionais quanto esses, Xavi tem um arsenal quase ilimitado de combinações.

Para ser justo, o clube ainda conta com os serviços de Memphis Depay, Ez Abde e até Martin Braithwaite, mas parece improvável que qualquer um deles fique à frente da próxima temporada.

Memphis está ligada a alguns clubes, incluindo Juventus e Chelseae com um preço de € 20 milhões, é definitivamente uma opção acessível para os principais clubes.

Abde, por outro lado, é deve sair por empréstimo da La Liga depois de renovar seu contrato com o clube. Infelizmente, ao contrário de Abde, Braithwaite não está pronto para deixar Barcelona apesar de ter um punhado de ofertas na mesa.

Bem, mais especificamente, ele pode misturar e combinar esses seis atacantes e fazer 36 tridentes de ataque (supondo que ele fique com um 4-3-3) na próxima temporada. Vamos quebrar isso.

Diversidade em números

Dos seis, Ferran Torres é indiscutivelmente o atacante mais diversificado. Ele começou sua carreira jogando na direita, foi destacado como atacante por Pep Guardiola e até ganhou alguma experiência jogando na ala esquerda sob Luis Enrique e Xavi.

Seu movimento fora da bola permite que ele jogue na frente de três com facilidade, com eficiência quase semelhante.

Ousmane Dembele está confortável em ambas as alas devido à sua bizarra pata. Ele obviamente está mais acostumado a jogar na direita, mas não tem problemas em embaralhar os flancos.

O mesmo vale para Raphinha, que é principalmente de direita. De acordo com sua própria palavra, porém, ele também pode jogar na esquerda. Na verdade, ele foi usado lá contra o New York Red Bulls durante o amistoso de pré-temporada.

Ansu Fati e Pierre-Emerick Aubameyang podem ocupar duas posições cada – a ala esquerda e o centroavante. O último é mais confortável centralmente, enquanto o primeiro à esquerda. Mas certamente pode realizar um trabalho em qualquer papel se o empurrão vier.

1659678283 318 Opcoes em abundancia o regulamento 36 de Xavi e trios
O retorno de Ansu à plena forma física será uma grande bênção para o Barça. (Foto de Alex Caparros/Getty Images)

Por fim, Robert Lewandowski é o único atacante que só pode jogar em uma das três posições: como atacante. Isso provavelmente é bom para Xavi, no entanto. Ele está entre os melhores atacantes de todos os tempos e provavelmente não será objeto de muita rotação.

No passado, Dembélé jogou como atacante para preencher uma lacuna, mas isso foi uma correção muito temporária e provavelmente não acontecerá tão cedo. Da mesma forma, Fati não joga na ala direita desde sua temporada de estreia sob o comando de Ernesto Valverde.

Tridentes prováveis ​​e improváveis

Usando cada jogador em todas as suas respectivas funções possíveis, Xavi tem a opção de criar 36 trios de ataque diferentes. Cada combinação está listada abaixo na tabela.

R – L – D D – F – R DISTANTE T – F – D D – L – T A – L – D
R – A – D D – T – R F – T – R T – L – R D – A – T A – F – D
R – F – D F – L – D A – L – T T – A – R D – F – T A – T – D
R – T – D MANIA A – F – T T – F – R R – L – T A – L – R
D – L – R F – T – D T – L – D F – L – T RATO A – F – R
D – A – R F – L – R T – A – D GORDO R – F – T A – T – R
CHAVE – D: Raphinha, D: Dembélé, E: Lewandowski, A: Aubameyang, F: Fati, T: Torres

No entanto, alguns deles são obviamente mais prováveis ​​do que outros.

A lenda do Barcelona optou por usar um corredor, um ala criativo e um atacante de ponto focal como seu ataque ideal. Na temporada passada, vimos isso quando ele colocou Torres na ala esquerda, Aubameyang como atacante e um de Adama Traore ou Dembele na direita.

Torres e Fati possuem um excelente jogo associativo e podem se mover para dentro, combinando com o atacante. Ambos têm instintos naturais de atacante e estão muito mais próximos de um papel de SS do que alas puros.

Logo de cara, os papéis mais óbvios são Fati e Torres na esquerda, Lewandowski e Aubameyang no centro e Dembele e Raphinha na direita.

Fati – Lewandowski – Dembélé é provavelmente a escolha mais óbvia devido aos pontos fortes de cada jogador, mas Fati – Lewandowski – Raphinha ou Torres – Lewandowski – Raphinha também se encaixa na conta.

O cruzamento de Raphinha funcionaria em conjunto com os arremessos de Fati e Torres para o poste mais distante, enquanto Lewandowski tem movimento de caixa de elite. Dembélé, especificamente, se beneficiaria muito com o ex-atacante do Bayern, devido à sua tendência a fazer cruzamentos da linha lateral.

A presença de Lewandowsi também ajuda Raphinha em alguns aspectos. O brasileiro muitas vezes gosta de jogar um-dois e se mover para dentro ou para a beira da área antes de cortar e chutar.

1659678284 155 Opcoes em abundancia o regulamento 36 de Xavi e trios
Os novos garotos do quarteirão. (Foto de Ira L. Black/Getty Images)

Com Lewa ocupando os zagueiros, deve dar mais espaço para Raphinha atuar livremente, tanto dentro quanto fora da área.

Em contraste, Dembélé – Lewandowski – Raphinha também é possível, e também foi usado recentemente, mas tem retenção de bola mínima e é desequilibrado. O mesmo vale para algo como Fati – Aubameyang – Torresonde com três corredores, a caixa provavelmente estará superlotada.

Auba foi usado na ala esquerda uma vez por Xavi na pré-temporada, mas é improvável que isso aconteça com muita frequência durante a temporada regular. O atacante pode substituir devido ao seu ritmo, mas luta para espelhar suas façanhas de gol.

Se isso acontecer, porém, Aubameyang – Lewandowski – Raphinha/Dembele é o trio equilibrado mais próximo possível.

Falando em ataques improváveis, há muito pouca chance de Fati ou Torres conseguirem um chute no meio do ataque nesta temporada. Se o fizerem, porém, devem ser emparelhados com um Dembélé ou Raphinha à direita, com outro corredor à esquerda.

Embora tenhamos discutido amplamente os tridentes de ataque, haverá jogos em que Xavi será forçado a colocar mais de três atacantes ao mesmo tempo em campo.

Ao perseguir jogos, é perfeitamente possível que ele jogue em quatro atacantes. Raphinh pode ser usado como meia-atacante enquanto Dembélé fica na direita. Pedri e Gavi também podem ocupar o 10º lugar, com mais resiliência defensiva que o brasileiro.

Aubameyang e Lewandowski também podem ser implantados juntos em um 4-4-2, por exemplo, com Dembele e Raphinha em ambos os lados como saídas criativas.

De qualquer forma, com muitas opções, esse é exatamente o tipo de dor de cabeça que Xavi disse explicitamente que quer no Barcelona – dois jogadores de qualidade inicial em cada posição. Esta temporada pode decidir qual deles tem uma verdadeira chance de um futuro no Barcelona.

We would love to give thanks to the author of this short article for this awesome web content

Opções em abundância: o regulamento 36 de Xavi e trios de ataque inusitados no Barcelona


Check out our social media profiles and also other related pageshttps://topfut.com/related-pages/