Danny Drinkwater sobre seu pesadelo no Chelsea: ‘Perdi alguns dos meus melhores anos’

Danny Drinkwater diz que está aliviado que seu pesadelo no Chelsea finalmente acabou depois de admitir que desperdiçou alguns dos que poderiam ter sido seus melhores anos como jogador de futebol.

O jogador de 32 anos, que foi uma figura chave na equipe campeã do Leicester City durante a temporada 2015/16, mudou-se para o Chelsea em 2017 por 35 milhões de libras, assinando um contrato de cinco anos em Stamford Bridge.

No entanto, a mudança não funcionou para Drinkwater, que ficou de fora por grande parte de seu tempo no Chelsea e viu sua carreira estagnar, fazendo apenas 23 jogos pelo clube, marcando apenas um gol.

Essas dificuldades acabaram para Drinkwater, que foi dispensado pelo Chelsea neste verão, e falando exclusivamente com Sky Sports Newso ex-jogador da seleção inglesa está satisfeito por poder agora olhar para frente, enquanto busca retomar sua carreira.

“Estou aliviado, porque está claro que não era uma situação boa para mim ou para o clube”, respondeu Drinkwater, quando perguntado sobre sua saída do Chelsea.

“Estou com raiva por causa de como foi e como fui tratado – mas não amargo, e se. Demorou muito.”

Não posso culpar o clube. E a um ponto eu não posso nem me culpar. Há mais coisas que eu poderia ter feito, mas há muitos ses. Não acho que seja culpa de ninguém.

Danny Drinkwater sobre as dificuldades do Chelsea

Drinkwater e Sarri se enfrentam no dia do prazo

O período tumultuado de Drinkwater em Stamford Bridge foi talvez melhor tipificado por uma troca com o então técnico do Chelsea, Maurizio Sarri, na 11ª hora da janela de transferências do verão de 2018.

Falando por meio de um tradutor interino e assistente técnico, Gianfranco Zola, Sarri disse sem cerimônia ao meio-campista que não fazia parte de seus planos, deixando Drinkwater com uma hora para encontrar um novo clube.

“Chegou à última hora da janela de transferências e [I] foi puxado para o escritório, não era esperado”, explica Drinkwater. “‘Não pense que você estará em nossos planos’. Este é Sarri, sendo traduzido por Gianfranco. E eu fiquei tipo ‘o quê?’

“Sarri e eu nos dávamos como uma casa pegando fogo fora do campo. No campo, éramos como giz e queijo. Eu estava tipo – ‘por que você está me dizendo agora? Uma hora antes da janela fechar? Eu preciso de tempo’. Ele respondeu: ‘Não, não, temos clubes no exterior que você pode ver…’

“Minha reação foi – ‘Não, eu tenho meu filho pequeno. Ele é minha prioridade’. Então decidi ficar até janeiro.”

Drinkwater foi um membro-chave do time vencedor do título do Leicester em 2016
Imagem:
Drinkwater foi um membro-chave da equipe campeã do Leicester em 2016

Quando perguntado se ele sente que desperdiçou os melhores cinco anos de sua carreira, Drinkwater acrescentou: “Sim, parece ‘o que você jogou fora esses cinco anos?’

“Se você tivesse ficado no Leicester, se você não se machucasse e se o clube o tratasse de forma diferente. Eles são todos se. É frustrante, 100 por cento. Ainda me chuto por isso, mas por outro lado, vou continuar me chutando, porque não posso mudar isso.

“Posso me ajudar daqui para frente? É por isso que fui emprestado, fui emprestado ao Aston Villa e ao Burnley, que não funcionou, e fui para a Turquia aos 30 anos – nunca pensei que faria isso . É também a razão pela qual eu desci para o Campeonato. Eu tenho tentado fazer as coisas certas. Ao tentar fazê-las, algo deu errado.”

‘Eu estava perdido’ – Drinkwater em lutas com a saúde mental

No que foi um momento difícil para Drinkwater no Chelsea, o meio-campista admitiu que lutou com sua saúde mental, especialmente quando acusações de uma vida fácil e de que ele estava feliz por não jogar foram lançadas em seu caminho.

Ele estava feliz ‘vivendo a vida’? Qual era a realidade? Com seus problemas em campo juntamente com vários problemas fora dele, Drinkwater revelou que estava perdido.

“Isso não é verdade”, disse ele. “‘Viver a vida’ dura cerca de duas semanas. Você descobre que não está envolvido em jogos, apenas treinando, para poder sair com os rapazes, estou solteiro, é ótimo, posso fazer tudo isso. adorando, mas no fundo, sempre há coisas que queimam.

Frank Lampard abriu a porta para nomes como Danny Drinkwater ressuscitarem suas carreiras no Chelsea.
Imagem:
Drinkwater jogando pelo Chelsea

“E, como pessoa, se você não é aberto o suficiente para falar com as pessoas certas, isso te corrói. Eu não aprendi isso até mais tarde. Eu sempre pensei ‘eu sou um cara grande e forte. , eu posso lidar com isso’.

“Eu era [suffering with mental health issues in 2019]. Nan faleceu, vovô faleceu, papai foi diagnosticado com leucemia, eu perdi meu cachorro e estava dirigindo alcoolizado, o que não é comigo. Eu cometi um grande erro. Eu também estava lutando pelo meu filho, que estava acontecendo constantemente e cobra seu preço.

“Eu acho que quando alguém tem muito para fazer malabarismos, pode bater em você. E isso me atingiu. E eu fiquei tipo ‘uau’, é isso que aconteceu? E eu estava perdido.”

Danny Drinkwater Rob Dorsett Chelsea
Imagem:
Beba água com Rob Dorsett, da Sky Sports News

Ele acrescentou: “Quando o futebol está indo bem, todo o resto parece mais fácil de lidar, mas quando isso não está indo tão bem, tudo parece tão pesado. Eu definitivamente acho que isso é o mais baixo que eu já estive”.

Quando perguntado se recebeu ajuda, ele disse: “Eu não achava que estava deprimido, mas consultei o psicólogo esportivo e, se não tivesse, definitivamente acho que poderia ter sido assim porque eu estava apenas lutando e lutando , e não estava ajudando ninguém.”

Drinkwater com foco no futuro

Danny Drinkwater
Imagem:
Drinkwater passou um tempo em Reading

Apesar dos problemas enfrentados por Drinkwater após sua saída do Chelsea, ele agora pode começar a olhar para o futuro.

O meio-campista passou a última temporada no Sky Bet Championship com o Reading, onde jogou 32 jogos, e foi um período de empréstimo que ajudou Drinkwater a recuperar sua confiança e voltar a curtir seu futebol.

“Eu me juntei ao Reading e esperava estar voando depois de oito jogos, mas depois de 20 jogos, eu estava tipo – o que está acontecendo aqui? não está realmente beneficiando a equipe… e eu fiquei tipo ‘Uau, isso acabou? O que aconteceu?’.

“Então você tem uma sensação de volta. A última parte da temporada passada foi boa. Um novo técnico entrou e foi bom. Ele me ajudou, e eu senti que estava ajudando o time. Essa é provavelmente a primeira vez que eu gostava de futebol há anos.”

E na próxima temporada? Onde Drinkwater estará jogando seu futebol?

“Há algumas ofertas voando por aí”, disse ele. “É um momento estranho para o futebol, especialmente quando você está livre para o mercado.

“A última temporada me ajudou muito, conseguindo todos esses jogos, e espero que a segunda metade da temporada tenha mostrado que ainda tenho a capacidade e a fome de me esforçar.

“Há opções, é apenas uma questão de decisão. Adoro ganhar, por isso é difícil deixar ir nesta idade.”

Se você for afetado por questões relacionadas ao bem-estar mental ou quiser conversar, entre em contato com os samaritanos na linha de ajuda gratuita 116 123 ou visite o site

We would love to give thanks to the writer of this post for this awesome content

Danny Drinkwater sobre seu pesadelo no Chelsea: ‘Perdi alguns dos meus melhores anos’


You can find our social media profiles and other pages that are related to them.https://topfut.com/related-pages/