Kerkez abre a tempo no Milan e por que decidiu sair: “Eu merecia uma chance”

Milos Kerkez finalmente se pronunciou sobre sua passagem pelo Milan e esclareceu por que decidiu deixar o clube depois de tão pouco tempo.

O lateral-esquerdo húngaro foi contratado pelos rossoneri em fevereiro do ano passado e teve muita agitação ao seu redor. No entanto, ele nunca chegou perto de fazer uma aparição no time principal e jogou com o Primavera.

Kerkez provocou alguma polêmica no Twitter após a mudança como ele publicou uma mensagem bastante desagradável para o Milan sobre a falta de minutos da primeira equipe. Ele apagou rapidamente e depois publicou uma mensagem mais profissional.

Ele agora está prosperando no AZ Alkmaar, onde faz parte do time titular e conversou com o Scouted Football sobre seu tempo com o Milan, desde sua chegada ao clube até o treinamento com o time principal e, eventualmente, decidiu sair. MilanNews retransmitiu seus comentários.

Como você acabou se juntando ao Milan?

“Houve muito interesse em mim durante o inverno. Tudo estava indo rápido porque o período era assim. Na verdade, eu queria ficar na Hungria para crescer fisicamente e sair no verão”, disse ele.

“Dois dias antes da janela fechar, Maldini me ligou pessoalmente, queria um encontro comigo e com meu pai, conversamos, e foi uma grande atração para mim. Quando Maldini liga para você, você não está pensando muito.

“Depois disso era óbvio que eu iria para o Milan. Era um grande clube e quando eles querem você assim, você não pode dizer não. Na Primavera tens muitos jogadores jovens muito talentosos e lá podes crescer taticamente, o que foi bom para mim, estava determinado a provar-me.

Como é o futebol italiano?

“O futebol é diferente em todos os lugares. Na Itália esperamos um futebol mais tático, na Hungria foi mais físico, agora na Holanda é um futebol mais amplo com mudanças rápidas tanto na defesa quanto no ataque.

“Na minha experiência na Itália, é sempre uma questão de tática. Também na Primavera fizemos uma hora e meia de análise de vídeo após cada jogo. Foi muita análise de vídeo e análise de cobranças de falta, então cresci muito taticamente para jogar de forma inteligente e usar mais a cabeça em campo. Acho que foi uma boa experiência de aprendizado e a maneira perfeita de crescer.”

Como foi o treino com a equipe principal do AC Milan?

“Foi uma loucura treinar com o time principal. A primeira vez que fui lá, e estava olhando em volta, estava o Ibra, o Hernández e o Leão. Foi realmente novo para mim. Eu os vi na TV há dois meses e agora estava treinando com eles.

“Foi incrível, mas foi uma experiência muito boa. Eles eram todos bons rapazes. Ao mesmo tempo em que queria me desafiar, estava treinando muito forte nos treinos. Eu queria me mostrar ao treinador e mostrar que posso fazer parte do time”.

Quem você mais estudou?

“Eu assisti muito ao Théo Hernández. Eu ainda faço. Ele me ensinou muito no jogo de ataque, como correr dentro do espaço, como ganhar mais espaço com a velocidade que temos e como usar nossa velocidade da melhor maneira.”

O Milan decidiu contratar Fode Ballo-Touré como reserva de Theo…

“Esperava jogar mais no time principal depois. Esperava ter uma chance porque estava me saindo melhor do que qualquer lateral da Primavera de qualquer time. Mas infelizmente não aconteceu assim.

“O Milan é obviamente um grande clube e não é fácil quando jovem ter uma chance lá. Mas acho que com minhas atuações e o que fiz talvez eu merecesse uma chance, mas você sabe que cada clube tem sua própria filosofia sobre como trabalhar com os jovens, então no final decidi que queria jogar futebol com os mais velhos.”

O Milan inicialmente ofereceu a você a chance de ser emprestado, mas sua comitiva estava determinada a conceder a ele um contrato permanente para garantir que sua carreira não desse errado…

“Tivemos muitas ofertas de empréstimo, mas ser um jogador emprestado é uma situação arriscada. Talvez o time queira jogar com o jogador da academia ao invés de você, então não gostei muito da decisão do empréstimo. Eu queria uma transferência permanente, se possível, e foi muito difícil porque o Milan não queria me desistir tão facilmente.”

We would love to say thanks to the writer of this short article for this amazing content

Kerkez abre a tempo no Milan e por que decidiu sair: “Eu merecia uma chance”


Discover our social media profiles as well as other related pageshttps://topfut.com/related-pages/