Nantes 0-3 PSG: classificações dos jogadores como Lionel Messi inspira vitória de rotina

O PSG garantiu outra vitória enfática na noite de sábado, ao derrotar o Nantes, com dez jogadores, por 3 a 0.

Kylian Mbappé fez dois gols de cada lado do intervalo, com Nuno Mendes somando um terceiro após o intervalo, para manter vivo o impressionante início de vida sob o comando de Christophe Galtier.

O PSG demorou um pouco para começar, com a pressão alta do Nantes forçando-os a recuar com muita frequência, e Samuel Moutoussamy e Mostafa Mohamed não estavam longe de dar aos anfitriões uma vantagem inicial quando seu chute saiu por cima da barra.

Aos 14 minutos, Danilo Pereira teve a primeira chance real do PSG no jogo. O zagueiro pegou uma bola de Kylian Mbappe e chutou para o gol, tirando uma excelente defesa de Alban Lafont.

Momentos depois, Mbappé estava se afastando em comemoração. Cortando da ala esquerda, ele recebeu um passe de Lionel Messi e desviou seu chute para o gol e para o canto superior para colocar o PSG na frente.

As coisas foram de mal a pior para o Nantes, quando o lateral Fabio foi expulso direto por uma cobrança alta em Vitinha no meio do segundo tempo, colocando o time da casa em uma longa noite.

O PSG tentou fazer valer sua vantagem numérica e quase teve um segundo antes do intervalo. Mbappé esteve perto de alimentar Messi e apenas uma investida desesperada de Andrei Girotto impediu o argentino de conectar.

O segundo gol saiu aos cinco minutos do segundo tempo. Mbappé quase arruinou a jogada com sua pobre tentativa de quadrado para Messi, que conseguiu pegar a bola e jogou de volta para seu parceiro de ataque para marcar.

O suplente Nuno Mendes apareceu com o terceiro. O lateral-esquerdo pegou a bola após o chute de Neymar acertar a trave e chutou por Lafont para o fundo das redes.

O Nantes teve algumas incursões estranhas, mas eles nunca pareciam ter uma consolação e a equipa de Galtier acabou por chegar aos três pontos.

Lionel Messi

Messi comandou o show / SEBASTIEN SALOM-GOMIS/GettyImages

GK: Gianluigi Donnarumma – 6/10 – Não tinha muito o que fazer.

CB: Danilo Pereira – 7/10 – Apreciando este papel de zagueiro, mas ainda tinha muitas oportunidades para atacar. Uma pena não se colocar na súmula.

CB: Marquinhos – 6/10 – Um pouco desconfortável às vezes. Precisava do apoio de Danilo com muita frequência para um jogador de sua qualidade.

CB: Presnel Kimpembe – 7/10 – Liderado pelo exemplo do lado de fora da defesa. Lidou bem com a energia do Nantes.

RM: Achraf Hakimi – 6/10 – Fez algumas boas corridas, mas nem sempre esteve envolvido, e algumas de suas decisões no terço final foram um pouco irritantes.

CM: Vitinha – 6/10 – Saiu bem, mas não conseguiu seguir em frente após o desafio de Fabio.

CM: Marco Verratti – 7/10 – Constantemente olhando ao redor para encontrar a bola certa para jogar. Realmente impressionante com seu jogo de ligação.

LM: Juan Bernat – 6/10 – Ligação decente com Messi, mas realmente não ofereceu o suficiente para atacar antes de ser retirado no intervalo.

AM: Lionel Messi – 8/10 – Cozinhar sob Galtier. Esse papel livre permite que Messi ande por aí e faça o que quiser, e as recompensas por isso foram duas assistências para Mbappé.

ST: Kylian Mbappé – 7/10 – Alguns passes feios, mas não posso culpar seu esforço na frente do gol. Seu primeiro gol foi sublime.

ST: Pablo Sarabia – 5/10 – Zumbido ao redor, mas foi o elo fraco óbvio no ataque repleto de estrelas do PSG.

SUB: Renato Sanches (33′ para Vitinha) – 6/10 – Não teve o tipo de impacto que ele gostaria, mas não fez nada de errado.

SUB: Nuno Mendes (46′ para Bernat) – 7/10 – Ofereceu mais avançado do que Bernat e levou bem o seu golo.

SUB: Sergio Ramos (62′ para Verratti) – 6/10 – Realmente não tinha muito o que fazer.

SUB: Neymar (62′ para Mbappé) – 6/10 – Trovejou seu chute na trave para servir Mendes.

SUB: Hugo Ekitike (71′ para Sarabia) – 6/10 – Achou difícil se envolver no jogo, mas deveria ter tido uma grande chance de Neymar, que se recusou a passar para o jovem.

Gerente: Christophe Galtier – 8/10 – Messi no papel livre continua a ser uma decisão genial. Nem precisava fazer mais nada. Basta deixar Messi ser Messi.

Jogador do jogo – Lionel Messi

We want to say thanks to the author of this post for this outstanding material

Nantes 0-3 PSG: classificações dos jogadores como Lionel Messi inspira vitória de rotina


Our social media profiles here as well as additional related pages here.https://topfut.com/related-pages/